Buscar
  • Escola da URI Santo Ângelo

Escola da URI disputa ciclismo na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude


A maior competição escolar do Brasil e celeiro de talentos para o esporte nacional –Jogos Escolares da Juventude 2017 – inicia mais uma edição para jovens atletas de 12 a 14 anos. Na terça-feira, 12, foi realizada a cerimônia de abertura do evento, no ginásio do Círculo Militar, em Curitiba (PR). As competições em nove esportes individuais começam quarta-feira, 13.

A Escola da URI está representando Santo Ângelo e o Rio Grande do Sul com a aluna Gabriela P. Karkow na modalidade Ciclismo feminino de 12 a 14 anos. O Campeonato Estudantil do Rio Grande do Sul (CERGS) é a seletiva para a participação do estado nos Jogos Escolares da Juventude.

Os Jogos Escolares da Juventude é o maior evento escolar no Brasil e o 5º maior no mundo. Atualmente, o evento contempla mais de 2 milhões de jovens nas seletivas municipais e estaduais, representando 40.000 escolas de 3.950 cidades do Brasil. A fase nacional, organizada pelo COB, reúne em cada faixa etária cerca de 4 mil atletas dos 26 estados da Federação mais o Distrito Federal.

O evento acontece entre 12 e 21 de setembro, reunindo mais de quatro mil atletas na disputa de 13 modalidades (atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, vôlei e xadrez). Segundo o Comitê Olímpico Brasileiro, nesta edição contarão com a participação de cerca de seis mil pessoas, incluindo atletas, comissão técnica, arbitragem, comitês e voluntários.

Além das competições, os jovens atletas terão à disposição uma ampla gama de eventos paralelos às competições. O programa socioeducativo e cultural abrange diversas atividades extras com o intuito de aproximar os jovens de todo o país aos valores olímpicos e ao exemplo positivo da prática esportiva.

Detectar talentos para o alto rendimento do esporte brasileiro é apenas um dos objetivos dos Jogos Escolares. “Desde que assumimos este projeto em 2005, os Jogos cresceram de forma bastante consistente. Hoje o evento está consolidado como referência internacional e possui a missão principal de inserir socialmente os jovens através do esporte”, afirmou Edgar Hubner, diretor geral dos Jogos Escolares e gerente geral de juventude do COB.

O evento está consolidado e a cada ano conta com a participação de mais escolas e municípios de todo país. O projeto dá a oportunidade de jovens de locais distantes dos grandes centros competirem em um evento de abrangência nacional e com rigorosos padrões de organização. “A meta é continuar crescendo e para isso temos que disseminar o projeto através da valorização do profissional de Educação Física. Eles têm uma função primordial na inserção dos jovens no esporte e devem ter todas as condições para educar seus alunos. O esporte como ferramenta de transformação social é o principal pilar dos Jogos Escolares”, declarou Hubner.

ESCOLA DA URI BUSCA UM TETRA CAMPEONATO

Os professores Roséli Durand e Ricardo Dable observam que “a participação nesse evento significa o investimento que a Escola da URI realiza, visando o desenvolvimento integral de seus alunos, pois através das atividades desportivas, crianças e adolescentes constroem seus valores, e conceitos, socializam-se, vivendo novas experiências, fundamentais para a preparação dos alunos enquanto sujeitos”.

Ainda neste mês de setembro, a Escola da URI estará na fase estadual de futsal de 15 a 17 anos com a equipe que já foi Tri Campeã na categoria de 12 a 14 anos. Os jovens vão buscar o Tetra e uma vaga para os Jogos Escolares da Juventude, de 15 a 17 anos, que acontecerá no mês de novembro em Brasília/DF .


110 visualizações

© 2015 por Escola de Educação Básica da URI - Santo Ângelo - RS. 

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube